CartaExpressa,Política

‘Se eleito presidente da República, eu vou privatizar a Petrobras’, diz Doria

‘Se eleito presidente da República, eu vou privatizar a Petrobras’, diz Doria

O governador de São Paulo, João Doria. Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O governador de São Paulo, João Doria. Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O governador de São Paulo e potencial candidato do PSDB à Presidência em 2022, João Doria, afirmou nesta quarta-feira 15 que privatizará a Petrobras caso segue ao Palácio do Planalto. Doria disputará em novembro as prévias tucanas.

 

 

A declaração veio em entrevista à Rádio Itabaiana, de Sergipe.

“Se eleito presidente da República, eu vou privatizar a Petrobras. Falando com toda clareza e toda calma. E vamos privatizar em lotes. Não é para fazer uma Petrobras hoje monopolista, pública e estatal para uma Petrobras monopolista privada. Ela será dividida em várias empresas. Como é nos Estados Unidos”, disse Doria.

Ao reforçar a defesa da venda da estatal, criticou a “imposição de preços sobre os combustíveis”.

“Nos Estados Unidos não há aumento no preço toda semana como tem acontecido no Brasil. As empresas competem, precisam ter posição de disputar o preço do combustível e também do gás, e precisam sobreviver no mercado”, acrescentou.

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem