CartaExpressa

Rio: Repórter que noticiava paralisação no BRT é intimidada por homens não identificados

Os homens se apresentaram como seguranças do terminal rodoviário. O prefeito Eduardo Paes negou, porém, que eles tenham vínculo com a Prefeitura

Créditos: Reprodução Redes Sociais
Créditos: Reprodução Redes Sociais
Apoie Siga-nos no

Uma repórter do SBT teve o seu trabalho interrompido nesta sexta-feira ao noticiar, ao vivo, a situação decorrente da paralisação dos funcionários do BRT do Rio de Janeiro.

A jornalista Branca Azeredo de Andrade fazia uma entrada do terminal Alvorada, uma das estações terminais do BRT, quando foi interrompida por dois supostos seguranças, sem identificação, que afirmavam não ser permitido filmagem no local.

O vídeo divulgado pelo SBT Rio mostra os dois homens cercando a profissional. Segundo Branca, os dois homens mexeram no equipamento da equipe derrubando o retorno da repórter com o estúdio.

Nas redes sociais, o prefeito Eduardo Paes (PSD) chamou o caso de ‘absurdo’ e afirmou que, certamente os homens não tem relação com a prefeitura. O prefeito ainda disse ainda que solicitou ao secretário de Ordem Pública apuração sobre o caso.

“Absurdo! Certamente nenhum desses sujeitos tem qq relação com a prefeitura. Já determinei ao secretário de Ordem Pública a devida apuração para que eles possam responder por essa situação”, escreveu.

A greve dos rodoviários do BRT foi confirmada na madrugada desta sexta-feira 25 e teve adesão de ao menos 480 motoristas que atuam pela cidade. A categoria reivindica melhores condições de trabalho, mais segurança e reajuste nos salários.

A Prefeitura do Rio afirmou que não recebeu nenhum tipo de aviso prévio sobre a paralisação do BRT por parte do sindicato ou qualquer outra liderança e considerou a greve ‘ilegal’.


 

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.