CartaExpressa

PT reforça a candidatura de Haddad em SP e descarta, por ora, apoiar Boulos

PT reforça a candidatura de Haddad em SP e descarta, por ora, apoiar Boulos

Luiz Marinho, em entrevista ao Valor Econômico, afirmou que é praticamente impossível o partido abrir mão de um nome próprio

Foto: Ricardo Stuckert

Foto: Ricardo Stuckert

O presidente do PT de São Paulo, Luiz Marinho, afirmou que é praticamente impossível o partido abrir mão de uma candidatura própria para o governo do estado.

Em entrevista ao Valor Econômico, o dirigente partidário descartou, por ora, apoiar Guilherme Boulos (PSOL) para o cargo.

“Eu diria que é quase impossível [não ter candidato próprio]”, disse Marinho. “É muito provável que tenhamos candidatura própria. Antes de sentar com os parceiros, é preciso estar aberto à melhor alternativa, a comprovadamente melhor. Se tiver, por que não [apoiar outro nome]? Mas nós não enxergamos essa possibilidade”, afirmou.

“Por isso, queremos convencer os parceiros que a melhor possibilidade, tendo uma chapa ampla, é Haddad. É a melhor alternativa para liderar essa chapa”, acrescenta. “Evidente que eu enxergo que Haddad é a melhor das alternativas que estariam à disposição”, reforça.

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem