CartaExpressa

PT pede que MPF investigue analista que mencionou golpe contra Lula

Partido quer a ‘abertura de procedimento investigatório criminal com vistas a apurar as condutas perpetradas pelo representado’

Apoie Siga-nos no

Deputados do PT ingressaram com uma representação no Ministério Público Federal (MPF) contra um analista que compartilhou com clientes do banco Santander um relatório interno mencionando a possibilidade de golpe contra o ex-presidente Lula. A informação foi publicada primeiramente pelo site Congresso em Foco.

O texto que motivou a ação traz o seguinte trecho: “Ninguém apoiará um golpe em favor de Bolsonaro, mas é possível especular sobre um golpe para evitar o retorno de Lula. Ele era inelegível até outro dia, por exemplo, pode voltar a sê-lo”.

O autor afirma que “é preciso reconhecer um problema na eleição de 2022: a perspectiva de retorno ao poder da máquina de corrupção do governo Lula”. Ainda segundo ele, “se o sistema político e judicial, se o establishment político brasileiro acha cômico o governo Bolsonaro, o retorno de Lula e seus aliados representa uma ameaça bem mais séria. Hoje, Lira é o presidente da Câmara, mas sob um governo do PT, seria um modesto aliado abrigado em um cargo menor”.

A representação é assinada pelo líder do PT na Câmara, deputado Bohn Gass (PT-RS), e outros integrantes como os deputados federais Alencar Santana (PT-SP) e Reginaldo Lopes (PT-MG), que pedem a “abertura de procedimento investigatório criminal com vistas a apurar as condutas perpetradas pelo representado e, ao final, se for o caso, a propositura da ação penal cabível”.

De acordo com o Santander, o relatório é de responsabilidade de uma consultoria independente e foi repassado a um “grupo restrito de investidores”. Trata-se da CAC Consultoria Política, fundada pelo cientista político José Luciano de Mattos Dias.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.