CartaExpressa,Política

PT nega discussão com o PSOL sobre eleição em SP: ‘Boulos tem toda a legitimidade para se candidatar’

PT nega discussão com o PSOL sobre eleição em SP: ‘Boulos tem toda a legitimidade para se candidatar’

Segundo a presidenta da sigla, Gleisi Hoffmann, objetivo é 'renovar a governança do estado'

Guilherme Boulos (PSOL). Foto: Nelson Almeida/AFP

Guilherme Boulos (PSOL). Foto: Nelson Almeida/AFP

A presidenta do PT, Gleisi Hoffmann, negou nesta terça-feira 15 a existência de qualquer discussão sobre uma eventual retirada da candidatura de Guilherme Boulos (PSOL) ao governo de São Paulo em 2022, em troca de um apoio petista ao líder do MTST nas eleições para a prefeitura paulistana em 2024.

“Temos o maior respeito ao PSOL e ao companheiro Boulos, que tem toda legitimidade para se apresentar como candidato. Assim como o PT e o companheiro Haddad também. Mas, óbvio que construir um caminho comum das oposições em São Paulo para renovar a governança do estado é também nosso objetivo”, disse Gleisi em contato com CartaCapital.

Nesta terça-feira 15, o jornal Folha de S. Paulo noticiou que o PT busca viabilizar uma chapa com o PSOL em que Fernando Haddad seria o candidato ao governo paulista. Segundo a publicação, os psolistas escolheriam o vice e o candidato ao Senado. A Boulos restaria disputar o cargo de deputado federal e, em 2024, voltar a tentar a prefeitura de São Paulo, com o apoio do PT.

Gleisi afirmou considerar a notícia “fruto de intriga e tentativa de dividir a oposição em São Paulo”.

 

 

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Editor do site de CartaCapital

Compartilhar postagem