CartaExpressa

PSOL vai ao STF contra nota da Saúde que defende hidroxicloroquina: ‘Criminosa’

‘A postura irresponsável e mentirosa do governo federal tem colocado a população brasileira cada vez mais em risco’

Fachada do Ministério da Saúde na Esplanada dos Ministérios

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Fachada do Ministério da Saúde na Esplanada dos Ministérios Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Apoie Siga-nos no

Deputados do PSOL acionaram o Supremo Tribunal Federal, nesta segunda-feira 24, contra o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e o secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos da pasta, Hélio Angotti.

Talíria Petrone (RJ), Fernanda Melchionna (RS), Ivan Valente (SP), Vivi Reis (PA), Áurea Carolina (PA), Luiza Erundina (SP), Glauber Braga (RJ) e Sâmia Bomfim (SP) questionam uma nota técnica do ministério que alega que as vacinas contra a Covid-19 não teriam eficácia ou segurança, ao contrário da hidroxicloroquina – medicamento comprovadamente ineficaz no combate à doença.

“Sem amparo em medidas científicas e contrariando autoridades sanitárias nacionais e internacionais, a postura irresponsável, mentirosa e criminosa do governo federal tem colocado a população brasileira cada vez mais em risco e pode levar a uma tragédia sem precedentes no nosso país”, diz trecho da notícia-crime.

Segundo os deputados, “a postura negacionista e mentirosa do governo federal – que culmina na nota técnica supracitada nesta exordial – é uma afronta a todas as determinações da Organização Mundial de Saúde”.

Na nota técnica divulgada na última sexta-feira 21 e assinada por Angotti, a Saúde atribui eficácia à hidroxicloroquina, apesar de sua comprovada inutilidade no enfrentamento à Covid.

Veja a tabela:

Em texto enviado a veículos de imprensa após a divulgação da nota técnica, o Ministério da Saúde disse que “em nenhum momento afirmou que o referido fármaco é seguro para tratamento da Covid-19, nem questionou a segurança das vacinas, que é atestada pela agência reguladora”.

Argumentou ainda que “a interpretação foi retirada erroneamente de uma manifestação de nota técnica da Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos (SCTIE). A secretaria informou que observada isoladamente não traduz o real contexto, explicitado no próprio texto”.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.