CartaExpressa,Política

Privatização da Eletrobras: confira como votou cada senador

Privatização da Eletrobras: confira como votou cada senador

Empresa Eletrobras está na mira das privatizações. Foto: Reprodução

Empresa Eletrobras está na mira das privatizações. Foto: Reprodução

O Senado aprovou, por 42 votos a 37, o projeto que viabiliza a privatização da Eletrobras, empresa pública fundada em 1962, destinada ao suprimento de energia elétrica. Defensores do texto dizem que a proposta vai baixar as tarifas dos consumidores e atrair investimentos privados. Já os críticos argumentam que a privatização fará as contas subirem e ameaçará a soberania energética brasileira.

Confira, a seguir, os votos dos senadores:

Votaram SIM

  • Mailza Gomes (PP-AC)
  • Márcio Bittar (MDB-AC)
  • Sérgio Petecão (MDB-AC)
  • Fernando Collor de Mello (PROS-AL);
  • Davi Alcolumbre (DEM-AP);
  • Eduardo Braga (MDB-AM);
  • Omar Aziz (PSD-AM);
  • Angelo Coronel (PSD-BA);
  • Eduardo Girão (Podemos-CE);
  • Marcos do Val (Podemos-ES);
  • Rose de Freitas (MDB-ES);
  • Luiz do Carmo (MDB-GO);
  • Vanderlan Cardoso (PSD-GO);
  • Roberto Rocha (PSDB-MA);
  • Carlos Fávaro (PSD-MT);
  • Jayme Campos (DEM-MT);
  • Wellington Fagundes (PL-MT);
  • Nelsinho Trad (PSD-MS);
  • Soraya Thronicke (PSL-MS);
  • Carlos Viana (PSD-MF);
  • Daniella Ribeiro (PP-PB);
  • Jader Barbalho (MDB-PA);
  • Zequinha Marinho (PSC-PA);
  • Fernando Coelho (MDB-PE);
  • Ciro Nogueira (PP-PI);
  • Elmano Férrer (PP-PI);
  • Marcelo Castro (MDB-PI);
  • Carlos Portinho (PL-RJ);
  • Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ);
  • Romário (PL-RJ);
  • Luis Carlos Heinze (PP-RS);
  • Confúcio Moura (MDB-RO);
  • Marcos Rogério (DEM-RO);
  • Chico Rodrigues (DEM-RR);
  • Mecias de Jesus (Republicanos-RR);
  • Telmário Mota (PROS-RR);
  • Jorginho Mello (PL-SC);
  • Maria do Carmo Alves (DEM-SE);
  • Giordano (PSL-SP);
  • Eduardo Gomes (MDB-TO);
  • Irajá (PSD-TO);
  • Kátia Abreu (PP-TO).

 

Votaram NÃO

  • Renan Calheiros (MDB-AL);
  • Rodrigo Cunha (PSDB-AL);
  • Lucas Barreto (PSD-AP);
  • Randolfe Rodrigues (Rede-AP);
  • Plínio Valério (PSDB-AM);
  • Jaques Wagner (PT-BA);
  • Otto Alencar (PSD-BA);
  • Cid Gomes (PDT-CE)
  • Tasso Jereissati (PSDB-CE);
  • Izalci Lucas (PSDB-DF);
  • Leila Barros (PSB-DF);
  • Reguffe (Podemos-DF);
  • Fabiano Contarato (Rede-ES);
  • Jorge Kajuru (Podemos-GO);
  • Eliziane Gama (Cidadania-MA);
  • Weverton (PDT-MA);
  • Simone Tebet (MDB-MS);
  • Antonio Anastasia (PSD-MG);
  • Álvaro Dias (Podemos-PR);
  • Flávio Arns (Podemos-PR);
  • Oriovisto Guimarães (Podemos-PR);
  • Nilda Gondim (MDB-PB);
  • Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB);
  • Paulo Rocha (PT-PA);
  • Humberto Costa (PT-PE);
  • Jarbas Vasconcelos (MDB-PE);
  • Jean Paul Prates (PT-RN);
  • Styvenson Valentim (Podemos-RN);
  • Zenaide Maia (PROS-RN);
  • Lasier Martins (Podemos-RS);
  • Paulo Paim (PT-RS);
  • Dário Berger (MDB-SC);
  • Esperidião Amin (PP-SC);
  • Alessandro Vieira (Cidadania-SE);
  • Rogério Carvalho (PT-SE);
  • José Serra (PSDB-SP);
  • Mara Gabrilli (PSDB-SP).

 

 

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Repórter do site de CartaCapital

Compartilhar postagem