CartaExpressa,Economia

Prévia da inflação de setembro atinge maior índice desde 1994

Prévia da inflação de setembro atinge maior índice desde 1994

A gasolina, energia elétrica e alimentação foram os itens que exerceram os maiores impactos individuais sobre o IPCA-15

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), que é uma prévia da inflação oficial do País, acelerou de 0,89% em agosto para 1,14% em setembro, de acordo com dados divulgados nesta sexta-feira 24 pelo IBGE.

Segundo o instituto, foi o maior IPCA-15 desde fevereiro de 2016 (1,42%) e o maior para um mês de setembro desde 1994.

No ano, o índice acumulou alta de 7,02%. Já no acumulado em 12 meses, o indicador superou os dois dígitos, ficando em 10,05%, quase o dobro do teto da meta estabelecida pelo governo para a inflação deste ano, que é de 5,25%.

A gasolina, energia elétrica e alimentação foram os itens que exerceram os maiores impactos individuais sobre o IPCA-15 de setembro.

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Post Tags
Compartilhar postagem