CartaExpressa

Presidente da Petrobras diz que não há exagero nos preços de combustíveis

Castello Branco também defendeu a Política de Paridade Internacional, alvo de críticas em meio aos constantes reajustes

Roberto Castello Branco. Foto: Mauro Pimentel/AFP
Roberto Castello Branco. Foto: Mauro Pimentel/AFP

O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, tentou rebater nesta quinta-feira 25 as críticas às constantes altas nos preços da gasolina e do diesel. Ele não teve seu nome indicado para recondução ao cargo e deve ser substituído pelo general Joaquim Silva e Luna, por escolha do presidente Jair Bolsonaro.

Durante apresentação dos resultados da empresa no quarto trimestre do ano passado a analistas, Castello Branco negou haver “exagero” nos preços dos combustíveis.

“Falo isso baseado em estatísticas com preços de 160 países. A média dos preços do País está abaixo da média global. Mesmo se corrigirmos pela renda per capita, o preços ficam ligeiramente abaixo da média global”, declarou o presidente da estatal, citado pelo jornal O Estado de S.Paulo.

Castello Branco também defendeu a Política de Paridade Internacional, adotada pela Petrobras para definição dos preços. “É surpreendente dedicarmos tanta atenção ao tema da PPI no século 21. Petróleo é commodity, cobrada em dólar, não há como fugir”, afirmou. “A empresa ainda é muito endividada, em dólar; como conciliar com receita em real?”.

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos exclusivos direto na sua caixa de entrada.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fonte confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!