CartaExpressa,Saúde

Prefeito de Criciúma autoriza lockdown sem salários para servidores

Prefeito de Criciúma autoriza lockdown sem salários para servidores

'Não quer vir trabalhar, não tem problema', disse Clésio Salvaro (PSDB)

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

A Prefeitura de Criciúma (SC) anunciou que os servidores públicos municipais poderão adotar o lockdown e se afastar das atividades desde que abram mão de parte do salário.

De acordo com o prefeito, Clésio Salvaro (PSDB), “é muito fácil pedir lockdown quando a geladeira está cheia e o salário garantido”.

 

 

“Vocês vão ter lockdown, estou assinando o decreto. Lockdown sem remuneração. Não quer vir trabalhar, não tem problema. Quer se cuidar, ótimo, vai ficar em casa. E não vai receber salário. É muito fácil pedir lockdown quando a geladeira está cheia e o salário garantido”, afirmou.

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem