CartaExpressa

cadastre-se e leia

Polícia Federal faz busca na casa de ex-funcionário da Presidência envolvido no caso das joias

Marcelo da Silva Vieira era chefe do Gabinete de Documentação Histórica da Presidência da República e, em depoimento, revelou ter participado de uma ligação com Bolsonaro sobre os itens

As joias que o clã Bolsonaro recebeu do regime saudita. Foto: Reprodução/Redes Sociais
Apoie Siga-nos no

A Polícia Federal (PF) realiza, na manhã desta sexta-feira 12, no Rio de Janeiro (RJ) uma operação que tem como objetivo cumprir mandado de busca e apreensão na casa de Marcelo da Silva Vieira, ex-chefe do Gabinete de Documentação Histórica da Presidência da República durante o governo Jair Bolsonaro (PL). A informação é do jornal O Globo.

A polícia busca apreender o celular de Marcelo Vieira, cumprindo uma determinação do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3). Os detalhes da operação, porém, ainda não foram confirmados pela Polícia Federal.

Vieira é um personagem importante no caso das joias envolvendo Bolsonaro. Durante o governo anterior, ele era o responsável por classificar os presentes recebidos pelo ex-presidente, definindo o que poderia ou não ser aceito no acervo privado. Ele foi nomeado por Michel Temer (MDB) e exonerado em janeiro de 2023, no início do governo Lula (PT).

Em depoimento à PF, realizado em abril, Vieira confirmou que Bolsonaro participou de um telefonema sobre um ofício feito pelo tenente-coronel Mauro Cid, que tentou resgatar um lote de joias, avaliado em 16,5 milhões de reais, no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. Elas tinham sido apreendidas pela Receita Federal.

De acordo com a coluna da jornalista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, o advogado de Marcelo Vieira, Eduardo Kuntz, confirmou a operação e se disse “surpreso com a invasão dos direitos de Vieira depois que ele prestou um depoimento de seis horas e foi colaborativo”. Kuntz argumenta que Vieira “mostrou o celular para os policiais que o interrogaram, e, não satisfeitos, tiramos print e entregamos aos investigadores”.

Leia essa matéria gratuitamente

Tenha acesso a conteúdos exclusivos, faça parte da newsletter gratuita de CartaCapital, salve suas matérias e artigos favoritos para ler quando quiser e leia esta matéria na integra. Cadastre-se!

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.