CartaExpressa,Política

Polícia Civil do Rio de Janeiro prende Flordelis

Polícia Civil do Rio de Janeiro prende Flordelis

Polícia Civil do Rio de Janeiro prende Flordelis

A ex-deputada federal Flordelis foi presa no início da noite desta sexta-feira 13. Ela estava em sua casa, em Niterói (RJ). A informação foi confirmada pela Polícia Civil do Rio de Janeiro à TV Globo.

A prisão preventiva de Flordelis foi decretada pela juíza Nearis Carvalho Arce, da 3ª Vara Criminal de Niterói, dois anos e dois meses depois do crime.

Flordelis fez uma live em suas redes sociais para pedir uma “corrente de orações” a seu favor. “Tenho convicção de que eu não cometi crime algum, eu sou inocente. Aconteça o que acontecer, ainda que me levem para uma prisão, lá na prisão eu serei adoradora, irei adorar o nome do senhor Jesus”, disse.

Ela teve o mandato de deputada federal cassado pela Câmara na última quarta-feira 12, por quebra do decoro parlamentar. Flordelis é acusada de ser a mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, em 16 de junho de 2019.

Nesta sexta-feira, o Ministério Público do Rio havia pedido a prisão. Segundo o MP, a situação de Flordelis deveria ser revista para sanar a desproporcionalidade que havia entre as medidas cautelares impostas, os fatos imputados e as condutas que a ré praticou para interferir na instrução e se furtar no momento da aplicação da lei.

A defesa de Flordelis entrou com um pedido de habeas corpus.

 

 

 

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem