CartaExpressa

PoderData: Lula venceria Bolsonaro no 2º turno por mais de 20 pontos; ‘3ª via’ aparece estagnada

Segundo a pesquisa, o petista também derrotaria com facilidade os tucanos João Doria e Eduardo Leite; Bolsonaro perderia em qualquer cenário

O ex-presidente Lula. Foto: Reprodução/Rádio Sagres
O ex-presidente Lula. Foto: Reprodução/Rádio Sagres
Apoie Siga-nos no

Pesquisa PoderData divulgada nesta quarta-feira 29 indica que Lula mantém folgada liderança nas intenções de voto para a Presidência da República em 2022. O petista venceria qualquer adversário considerado, enquanto Jair Bolsonaro perderia em todos os cenários.

No cenário de 2º turno mais provável, Lula aparece com 56%, ante 33% de Bolsonaro. Na pesquisa de 1º de setembro, a vantagem era de 55% a 30%.

Lula também derrotaria com facilidade os tucanos João Doria e Eduardo Leite, que disputarão em novembro as prévias do PSDB. Em ambos os cenários, Lula levaria a melhor por 53% a 15%.

Doria, por sua vez, superaria Bolsonaro por 46% a 35%. Eduardo Leite venceria o atual presidente por 44% a 34%. Ciro Gomes também derrotaria o ex-capitão, por 46% a 36%.

Para o 1º turno, o levantamento considerou dois cenários. No principal, Lula lidera com 40%, seguido por Bolsonaro (30%), Ciro (5%), José Luiz Datena (4%), Doria e Luiz Henrique Mandetta (3%), Rodrigo Pacheco (2%), Alessandro Vieira e Aldo Rebelo (1%).

O 2º cenário traz Lula com 43%, seguido por Bolsonaro (28%), Ciro (5%), Eduardo Leite (4%), Mandetta (3%), Datena (2%), Pacheco, Vieira e Rebelo (1%).

O PoderData realizou 2.500 entrevistas em 451 municípios das 27 unidades da Federação entre 27 e 29 de setembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

CartaCapital

CartaCapital Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.