CartaExpressa,Política

PGR se manifesta contra a privatização de serviços dos Correios

PGR se manifesta contra a privatização de serviços dos Correios

Foto: Henry Milleo/Fotoarena

Foto: Henry Milleo/Fotoarena

A Procuradoria-Geral da República se manifestou contra a privatização dos Correios, em parecer enviado ao Supremo Tribunal Federal no processo que trata de ação movida pela Associação dos Profissionais dos Correios.

A entidade tenta barrar a venda da empresa.

 

 

A Ação Direta de Inconstitucionalidade questiona uma lei que alterou procedimentos relativos ao Programa Nacional de Desestatização e outra lei que criou o Programa de Parceria de Investimentos. Segundo a Adcap, os Correios não podem ser submetidos aos programas, porque o serviço postal é da União.

No parecer ao STF, Aras manifestou apoio pela procedência parcial da ação e disse que a Constituição Federal não possibilita a “prestação indireta” dos serviços postais e do correio aéreo nacional. Só que a operação passou a ser permitida pelo Decreto 10.674/2021, de autoria de Bolsonaro, que inclui a empresa pública no Programa Nacional de Desestatização. O decreto, portanto, teria de ser declarado inconstitucional pelo STF, caso esse entendimento também seja aplicado à Lei 9.491/1997.

 

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem