CartaExpressa

PF prende hacker que vazou dados de 220 milhões de pessoas

PF prende hacker que vazou dados de 220 milhões de pessoas

Foram colocados à venda informações detalhadas como nomes, endereços, renda, imposto de renda, fotos e participantes do Bolsa Família

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira 19 a Operação Deepwater para investigar crimes que envolvem o vazamento em massa, ocorrido em janeiro, de dados de 220 milhões de brasileiros.

As ordens foram expedidas pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal. Agentes cumprem cinco mandados de busca e apreensão nos municípios de Petrolina (PE) e Uberlândia (MG).

Um hacker conhecido como Vandathegod foi preso na cidade mineira, sob suspeita de ser o responsável pelo maior vazamento de informações do País.

O megavazamento de dados foi revelado em janeiro pelo dfndr lab, laboratório especializado em segurança digital da startup PSafe. Foram colocados à venda, em fóruns na internet, mais de 223 milhões de CPFs, além de informações detalhadas como nomes, endereços, renda, imposto de renda, fotos, participantes do Bolsa Família, scores de crédito.

Segundo a PF, a divulgação de parte dos dados sigilosos foi feita gratuitamente por um usuário do referido fórum que, ao mesmo tempo, colocou à venda o restante das informações, com pagamento em criptomoedas.

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem