CartaExpressa

PDT vai ao STF para que Lira decida sobre impeachment de Bolsonaro

PDT vai ao STF para que Lira decida sobre impeachment de Bolsonaro

'Os cidadãos quanto a população brasileira ficam reféns dessa vontade política', argumenta o partido

Foto: EVARISTO SA / AFP

Foto: EVARISTO SA / AFP

O PDT entrou com petição na quinta-feira 15 no Supremo Tribunal Federal para que a Corte faça com que o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), decida sobre o pedido de impeachment de Jair Bolsonaro que o partido protocolou.

“Ao todo, foram enviados 126 (cento e vinte e seis) pedidos de Impeachment à Câmara dos Deputados. De acordo com dados da ‘Publica’, até o presente momento apenas 6 (seis) pedidos foram arquivados ou desconsiderados. Os outros 119 (cento e dezenove) aguardam análise”, diz o texto da petição.

De acordo com a legenda, o STF, no julgamento da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental nº 378, decidiu que “o recebimento operado pelo Presidente da Câmara dos Deputados configura juízo sumário da admissibilidade da denúncia para fins de deliberação colegiada”.

“Acontece que a práxis (in) constitucional tem evidenciado a incorporação de poderes absolutos ao Presidente da Câmara dos Deputados, que controla a circulação das gavetas onde repousam os 119 (cento e dezenove) pedidos de Impeachment sem apreciação. Nesse passo, tanto os cidadãos quanto a população brasileira ficam reféns dessa vontade política”, continua o texto.

Leia a petição na íntegra:

PETICAO.INICIAL.ADPF-Assinado

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem