CartaExpressa

Partido Novo decide usar dinheiro do fundo eleitoral na disputa municipal

No ano passado, a sigla já havia avalizado a utilização de rendimentos do fundo partidário

O presidente nacional do Novo, Eduardo Ribeiro. Foto: Divulgação
Apoie Siga-nos no

O Novo aprovou na última quinta-feira 22 o uso do fundo eleitoral na disputa municipal deste ano, uma novidade para a legenda, que se vangloriava por recusar o acesso a verbas públicas. No ano passado, a sigla já havia avalizado o uso de rendimentos do fundo partidário.

O presidente do Novo, Eduardo Ribeiro, alega haver “critérios objetivos e claros para usar o fundo”, um dos quais seria a “meritocracia”.

“Isso tira a discricionariedade do diretório nacional de alocar recursos onde bem entender”, disse o dirigente ao jornal Folha de S.Paulo. O fundo eleitoral aprovado pelo Congresso Nacional para 2024 será de 4,9 bilhões de reais, mas ainda não se sabe oficialmente a qual fatia o Novo terá direito.

Estima-se, porém, que a legenda terá acesso a mais de 30 milhões de reais neste ano.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar