CartaExpressa,Política

Pacheco admite instabilidade, mas diz que Poderes têm de confiar na ‘moderação’ de Bolsonaro

Pacheco admite instabilidade, mas diz que Poderes têm de confiar na ‘moderação’ de Bolsonaro

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco. Foto: Sergio Lima/AFP

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco. Foto: Sergio Lima/AFP

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), reconheceu nesta sexta-feira 17 que o Brasil ainda passa por um momento de instabilidade entre suas instituições. Pregou, porém, confiança entre os Poderes.

Durante um evento promovido pela Faculdade de Direito da UFMG e por uma fundação do Ministério Público de Minas Gerais, Pacheco foi questionado sobre confiar ou não em uma suposta moderação do presidente Jair Bolsonaro após as ameaças golpistas do 7 de Setembro.

“Os Poderes precisam confiar entre si, um precisa confiar no outro. Nós temos que ter confiança no Poder Executivo, no governo, no presidente da República, no papel que ele desempenha nessa estabilidade. Então, neste momento, nós temos que confiar, sim. E, obviamente, permanecemos dentro dessa linha de busca de pacificação sem afrontar, mas, ao mesmo tempo, sem deixar de tomar as providências que nós precisamos tomar”, respondeu o presidente do Congresso Nacional.

Pacheco também admitiu que “temos muita dificuldade ainda na estabilidade política” e que “vivemos um momento de instabilidade institucional”.

“Mas nós temos que ter o otimismo. Esta semana já foi uma semana em que se estabeleceu uma melhor relação, mais calma entre os Poderes da República”, completou.

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem