CartaExpressa

Operação Hefesto: Lira diz bancar suas despesas com renda de agropecuarista e deputado

Investigação da PF sobre assessor do presidente da Câmara identificou 11 pagamentos para ‘Arthur’, segundo revista

O presidente da Câmara, Arthur Lira. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Apoie Siga-nos no

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), divulgou uma nota neste domingo 25 na qual afirma que sua movimentação financeira “tem origem nos seus ganhos como agropecuarista e da remuneração como deputado federal”.

A manifestação ocorreu após a revista piauí publicar detalhes sobre o material obtido pela Polícia Federal na Operação Hefesto, a incluir um caderno-caixa com detalhes sobre saldos, repasses, destinatários e datas. Um dos destaques é o nome “Arthur”, que aparece onze vezes, acompanhado dos maiores valores, a somarem 265 mil reais.

Os agentes realizaram uma operação de busca e apreensão, no início de junho, nos endereços de Luciano Cavalcante, antigo assessor do presidente de Lira, e de Wanderson Ribeiro Josino de Jesus, motorista do aliado do deputado. O caderno-caixa foi apreendido na residência de Jesus, segundo a reportagem.

As anotações manuscritas se referem a abril e maio deste ano. 28 de abril é o dia com os principais repasses para “Arthur”, descritos como:

  • 6 026,87 reais para “carro Arthur”;
  • 844,47 para “Pix almoço […] Arthur”;
  • 29 200 reais em favor de “Djair = Arthur”; e
  • 100 mil reais para “Arthur”.

Segundo a piauí, investigadores da PF também suspeitam haver uma menção à mãe de Lira nos manuscritos.

ENTENDA MAIS SOBRE: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar