CartaExpressa

ONU: Brasil terá 3ª pior expansão do PIB em 2022, à frente de Mianmar e Guiné Equatorial

Segundo o relatório, o crescimento do PIB brasileiro deve ficar em torno de 0,5% neste ano

O ministro da Economia, Paulo Guedes. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
O ministro da Economia, Paulo Guedes. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Levantamento do Banco Mundial divulgado pela Organização das Nações Unidas indica que o Brasil terá um dos piores desempenhos do mundo no avanço do Produto Interno Bruto, o PIB.

O estudo afirma que, entre 173 países, apenas Mianmar (-0,8%) e Guiné Equatorial (-0,6%) terão uma taxa de expansão inferior à brasileira.

Segundo o relatório, o crescimento do PIB brasileiro deve ficar em torno de 0,5% neste ano, na comparação com 2021. Trata-se de um índice distante da taxa média mundial, de 4%, estimada para 2022.

A previsão fica 1,7 ponto percentual aquém do esperado pela ONU para o Brasil em seu boletim de 2021.

As Nações Unidas projetam crescimento de 6,7% na Índia, maior índice do levantamento. A China deve crescer 5,2%, enquanto o PIB dos Estados Unidos tende a avançar 3,5%.

Na América do Sul, a economia da Argentina deve crescer 2,2% em 2022.

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos exclusivos direto na sua caixa de entrada.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fonte confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!