CartaExpressa,Política

Na TV, ministro pressiona pela volta das aulas presenciais e diz que ‘forneceu protocolos’

Na TV, ministro pressiona pela volta das aulas presenciais e diz que ‘forneceu protocolos’

Foto: Reprodução/TV Brasil

Foto: Reprodução/TV Brasil

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, voltou a defender o retorno às aulas presenciais em todo o País. Em pronunciamento em rede nacional de TV e rádio nesta terça-feira 20, ele afirmou que “o Brasil não pode continuar com as escolas fechadas, gerando impacto negativo nestas e nas futuras gerações”.

Segundo ele, a volta é uma “necessidade urgente”. Ribeiro ainda declarou que “o uso de álcool em gel, a utilização de máscaras e o distanciamento social são medidas que o mundo está utilizando com sucesso” e que, no Brasil, “a decisão de fechamento e reabertura de escolas foi delegada a escolas e municípios, não tendo o governo federal poder de decisão sobre o tema”.

Milton Ribeiro disse também que o MEC fornece “protocolos de biossegurança sanitários a todas as escolas” e se dirigiu a “pais, estudantes e profissionais de educação”.

“Não podemos mais adiar este momento”, emendou. Ribeiro ainda fez uma enfática defesa do governo de Jair Bolsonaro, que, supostamente, “trabalha para garantir que este retorno seja seguro para todos”. De acordo com ele, “estamos preparados”.

 

 

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem