CartaExpressa

MPF recorre de ação que rejeitou denúncia contra Allan dos Santos

MPF recorre de ação que rejeitou denúncia contra Allan dos Santos

O blogueiro dono do 'Terça Livre' é acusado de ameaça e incitação ao crime contra o ministro Luís Roberto Barroso

Allan dos Santos e Jair Bolsonaro. Foto: Reprodução/Redes Sociais

Allan dos Santos e Jair Bolsonaro. Foto: Reprodução/Redes Sociais

O Ministério Público Federal recorreu, na segunda-feira 30, de uma decisão da Justiça Federal do DF que rejeitou denúncia contra o blogueiro Allan dos Santos por ameaça e incitação ao crime contra o ministro e o presidente do TSE Luís Roberto Barroso.

Em vídeo publicado em seu canal no YouTube, no dia 24 de novembro, o blogueiro ameaçou Barroso e o desafiou a enfrentá-lo pessoalmente.

No vídeo ‘Barroso é Um Miliciano Digital’, Allan afirmou, aos gritos: “Tira o digital, se você tem culhão! Tira a p**** do digital, e cresce! Dá nome aos bois! De uma vez por todas Barroso, vira homem! Tira a p**** do digital! E bota só terrorista! Pra você ver o que a gente faz com você. Tá na hora de falar grosso nessa p****!”.

A Procuradoria, que pede a condenação de Santos, sustenta que a ameaça ficou clara. Já a juíza Pollyana Kelly Maciel Medeiros entendeu que a denúncia não tinha amparo legal e, portanto, não seria possível extrair ‘conduta apta a ensejar a tutela repressora criminal’ a partir dos fatos narrados.

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem