CartaExpressa,Justiça,Saúde

MPF abre inquérito contra o Conselho Federal de Medicina por chancela ao ‘kit Covid’

MPF abre inquérito contra o Conselho Federal de Medicina por chancela ao ‘kit Covid’

O procedimento foi instaurado a partir de um pedido do cardiologista Bruno Caramelli, professor da USP

O presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Mauro Luiz de Britto Ribeiro. Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

O presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Mauro Luiz de Britto Ribeiro. Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

O Ministério Público Federal abriu inquérito para investigar a postura do Conselho Federal de Medicina, o CFM. diante do chamado “kit Covid”, composto por comprovadamente remédios ineficazes contra a doença. Os procuradores a

O procedimento foi instaurado a partir de um pedido do cardiologista Bruno Caramelli, professor da USP. Na representação, apresentada em abril, ele destaca o apoio do conselho ao “uso indiscriminado do tratamento precoce com medicamentos sem nenhuma evidência científica sobre seus benefícios”.

Segundo informações do jornal O Globo, os procuradores avaliam processar a instituição. Com base em informações preliminares, a Procuradoria da República em São Paulo teria destacado que “os autos em tela possuem diversos argumentos indicativos de uma atuação possivelmente irregular do CFM”.

No início do mês, a Defensoria Pública da União protocolou uma ação civil pública contra o CFM pela chancela ao uso de medicamentos ineficazes contra a Covid-19. A DPU cobra indenização de 60 milhões de reais por danos morais.

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem