CartaExpressa

Morre o cineasta Paulo Thiago, aos 75 anos, vítima de parada cardíaca

Paulo Thiago dirigiu longas como ‘Vagas para moças de fino trato’, ‘Policarpo Quaresma, herói do Brasil’ e ‘Sagarana, o Duelo’

Créditos: Reprodução Redes Sociais Créditos: Reprodução Redes Sociais
Créditos: Reprodução Redes Sociais Créditos: Reprodução Redes Sociais
Apoie Siga-nos no

Morreu na madrugada deste sábado 5, aos 75 anos, o cineasta Paulo Thiago Ferreira Paes de Oliveira, no Rio. Ele foi vítima de uma parada cardíaca em consequência de uma doença hematológica, que compromete a produção dos componentes do sangue.

O cineasta estava Internado no Hospital Samaritano, na Zona Sul do Rio, desde o dia 7 de maio.

Com destaque na cinematografia brasileira, dirigiu longas importantes como “Vagas para moças de fino trato” (1993), “Policarpo Quaresma, herói do Brasil” (1997), “Orquestra dos meninos” (2008), “Jorge, um brasileiro” (1989) e Sagarana, o Duelo (1974), filme que representou o Brasil na Competição Oficial do Festival de Berlim.

Também foi presidente do Sindicato da Indústria Cinematográfica e Audiovisual do Rio de Janeiro (SICAV) e da Associação Brasileira de Produtores Cinematográficos, e um dos fundadores da Associação Brasileira dos Cineastas.

O cineasta deixa a esposa Gláucia Camargos, produtora, o filho Pedro Antonio, também cineasta, e Paulo Francisco, músico. O corpo de Paulo Thiago será velado neste sábado em uma cerimônia restrita aos familiares.

 

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.