CartaExpressa

Ministro do Turismo quer afrouxar regras para retomar cruzeiros após surtos de Covid

‘Eu torço para que haja esse entendimento’, disse Gilson Machado a jornal

O ministro do Turismo, Gilson Machado. Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
O ministro do Turismo, Gilson Machado. Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Apoie Siga-nos no

O ministro do Turismo, Gilson Machado, quer o afrouxamento das regras de controle da Covid-19 em cruzeiros, a fim de retomar as embarcações. A declaração vem horas depois de a Associação Brasileira de Navios de Cruzeiros anunciar que as companhias suspenderão, de forma voluntária, as operações no País até 21 de janeiro.

Na semana passada, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária recomendou ao Ministério da Saúde a suspensão da temporada de navios de cruzeiro. A Anvisa levou em consideração o aumento repentino de casos de Covid nas embarcações e o risco de transmissão da variante Ômicron.

Machado recorre, porém, à suposta manifestação menos severa da nova variante na comparação com cepas anteriores. Ele avalia que o governo de Jair Bolsonaro deveria aumentar o percentual tolerado de casos de Covid entre passageiros antes de declarar um surto e restringir as atividades de um navio.

“É preciso adequar com a Ômicron, porque ela não está gerando pressão nos hospitais. Mas a palavra é do ministro da Saúde. Eu torço para que haja esse entendimento”, disse o ministro do Turismo ao jornal Folha de S.Paulo nesta segunda-feira 3.

Os protocolos vigentes para embarcação em cruzeiros englobam, por exemplo, a vacinação completa de hóspedes e tripulantes; a testagem pré-embarque; a capacidade reduzida para facilitar o distanciamento social; e o uso obrigatório de máscaras.

Participam da negociação com a Anvisa e com a Associação Brasileira de Navios de Cruzeiros os ministérios da Saúde, do Turismo, da Infraestrutura e da Casa Civil.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.