CartaExpressa,Política

Ministro do TSE libera ações que pedem cassação de Bolsonaro e Mourão para julgamento

Ministro do TSE libera ações que pedem cassação de Bolsonaro e Mourão para julgamento

Caberá ao presidente do tribunal, ministro Luís Roberto Barroso, marcar a data

Jair Bolsonaro e Hamilton Mourão. Foto: Marcos Corrêa/PR

Jair Bolsonaro e Hamilton Mourão. Foto: Marcos Corrêa/PR

O corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Luís Felipe Salomão, liberou nesta sexta-feira 15 para julgamento duas ações que pedem a cassação da chapa composta pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo vice Hamilton Mourão. O caso remete ao uso de disparos em massa de mensagens em redes sociais durante a eleição de 2018.

Na quinta-feira 15, o vice-procurador-Geral Eleitoral, Paulo Gonet Branco, em parecer, afirmou que os elementos reunidos não apontam que tenha havido “desequilíbrio” nas eleições a ponto de justificar a cassação da chapa.

Salomão encaminhou os relatórios ao Ministério Público Eleitoral para manifestação em 48 horas. Caberá ao presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, marcar a data do julgamento.

O pedido de cassação foi feito pelos partidos da coligação “O Povo Feliz de Novo” (PT/PCdoB/Pros). As siglas apontam abuso de poder econômico e uso indevido dos meios de comunicação.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem