CartaExpressa

Ministro do Meio Ambiente exige lanche de filé mignon, pizza e ‘breakfast’ quente em voos oficiais

Outros itens compõem a lista de exigências gastronômicas, diz jornal

O ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite. Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil
Apoie Siga-nos no

O ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, faz uma série de exigências gastronômicas nos voos em aeronaves da Força Aérea Brasileira.

Na lista estão itens como sete tipos de sanduíches, incluindo lanches com filé mignon e atum e do tipo ‘baby‘. Também constam bandejas de frios pequenas e grandes, pizza, pão de queijo, iogurte light, um ‘breakfast‘ quente e outro frio e refrigerantes de marcas pré-determinadas.

A relação de extravagâncias do ministro foi revelada nesta sexta-feira 29 pelo jornal O Estado de S.Paulo, que obteve o “termo de referência” que o MMA elaborou para contratar uma empresa de “comissaria aérea”.

De acordo com o veículo, as regras da licitação também determinam que o ministro “definirá, em momento anterior à viagem, a variedade do cardápio para se compor as refeições.”

Questionada sobre as exigências fora do padrão das refeições de voos comerciais, a pasta não respondeu à reportagem.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar