CartaExpressa

Ministério da Saúde faz confusão na entrega de vacinas a estados

Amazonas diz ter recebido 76 mil doses a menos que o previsto; o montante foi parar no Amapá

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. Foto: Tony Winston/MS
O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. Foto: Tony Winston/MS
Apoie Siga-nos no

O governo do Amazonas afirmou ter recebido somente duas mil doses de vacinas contra a Covid-19 pelo Ministério da Saúde, quando o previsto era receber 78 mil doses.

A informação foi divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo, nesta quarta-feira 24.

De acordo com o veículo, a suspeita é de que o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, tenha cometido um erro na entrega aos estados do Amazonas e do Amapá. O governo amapaense aguardava somente duas mil doses e acabou recebendo 78 mil.

“Houve alguma confusão”, disse o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), ao jornal. Ele declarou que sua equipe já está dialogando com o ministro da Saúde, que foi escolhido para o cargo por ser especialista em logística. A Secretaria de Saúde do Amapá diz que ainda não foi notificada.

CartaCapital

CartaCapital Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.