CartaExpressa

Mesmo diante do colapso, Bolsonaro lança dúvidas sobre ocupação de leitos: ‘Parece que só morre de Covid’

‘Quantos são de Covid e quantos são de outras enfermidades?’, perguntou o presidente a um grupo de militantes

O presidente Jair Bolsonaro. Foto: Reprodução/YouTube
O presidente Jair Bolsonaro. Foto: Reprodução/YouTube
Apoie Siga-nos no

Diante de um cenário dramático em todo o País, com o sistema de saúde próximo ao colapso, o presidente Jair Bolsonaro lançou dúvidas sobre a ocupação dos leitos de UTI e disse ser necessário separar os internados por Covid-19 dos pacientes com outras enfermidades.

“Parece que só morre de Covid. Você pega, você pode ver… Os hospitais estão com 90% das UTIs ocupadas. Quantos são de Covid e quantos são de outras enfermidades?”, perguntou o presidente a um grupo de militantes na porta do Palácio da Alvorada.

Ao contrário do que diz Bolsonaro, os alertas sobre o iminente colapso na ocupação hospitalar consideram os leitos de UTI dedicados justamente à Covid-19.

Na última terça-feira 16, por exemplo, a Fundação Oswaldo Cruz informou, em balanço, que o Brasil passa pelo “maior colapso sanitário e hospitalar da história”. No documento, a Fiocruz informa que dos 27 estados, 24 e o Distrito Federal estão com taxas de ocupação de leitos de UTI Covid-19 iguais ou superiores a 80%. De acordo com o documento, 15 estados aparecem com taxas iguais ou superiores a 90%.

Em relação às capitais, 25 das 27 estão com índices iguais ou superiores a 80%, sendo 19 delas acima de 90%.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.