CartaExpressa

Mariah Carey pede igualdade e faz Karl Marx bombar no Twitter

Mariah Carey pede igualdade e faz Karl Marx bombar no Twitter

Mariah Carey comunista? Se depender dos fãs, o nome da cantora já está na lista dos filósofos da revolução. A artista levou o nome do teórico Karl Marx aos assuntos do momento no Twitter nesta quinta-feira 8, após uma declaração à revista norte-americana V Magazine, em que criticou a desigualdade social.

 

Fomos socializados para acreditar que a pobreza é um fracasso pessoal, e não dos nossos sistemas, disse Mariah Carey

 

Na capa da edição do veículo desta semana, a cantora se manifestou contra a falta de acesso a direitos essenciais, como cuidados de saúde e moradia acessível. Também se disse a favor do movimento pela justiça racial, como o Black Lives Matter, e pediu aos americanos que votem nas eleições presidenciais de 2020.

A fala bombou nas redes. “Mariah Carey podia ter escrito ‘O Manifesto Comunista’, mas Karl Marx jamais atingiria 8 oitavas”, disse um internauta. “Mariah Carey, lenda Marxista e pensadora contemporânea que expõe a podridão do sistema capitalista”, brincou uma usuária.

 

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem