CartaExpressa,Política

Marco Temporal: Bolsonaro pede ‘bom senso’ ao STF para não ‘entregar o Brasil para o índio’

Marco Temporal: Bolsonaro pede ‘bom senso’ ao STF para não ‘entregar o Brasil para o índio’

O presidente Jair Bolsonaro. Foto: AFP

O presidente Jair Bolsonaro. Foto: AFP

O presidente Jair Bolsonaro usou parte de sua transmissão ao vivo nas redes sociais nesta quinta-feira 2 para pressionar o Supremo Tribunal Federal a aprovar a tese do Marco Temporal.

Outra possibilidade pela qual torce Bolsonaro é de que ao menos um ministro peça vista – ou seja, mais tempo para analisar os autos – e “sente em cima do processo”.

“A gente espera bom senso do STF, ou a gente vai entregar o Brasil para o índio”, declarou o presidente na live. Segundo ele, uma decisão contrária ao Marco Temporal tem o potencial de “acabar com o agronegócio”.

A tese do Marco Temporal pode estabelecer a promulgação da Constituição como um divisor de águas para a demarcação de terras indígenas. Se a questão for considerada válida pelo Supremo, as tribos originárias terão de provar que estavam nas terras demandadas na data da promulgação da Carta Magna – 5 de outubro de 1988 -, o que especialistas consideram um desafio por vezes insuperável e prejudicial aos indígenas.

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem