CartaExpressa

Mandetta diz que Bolsonaro ouvia conselhos de Carlos para medidas contra Covid-19

Mandetta diz que Bolsonaro ouvia conselhos de Carlos para medidas contra Covid-19

Em depoimento na CPI da Covid, ex-ministro disse que o filho 02 do presidente participava de reuniões no Ministério da Saúde

O vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) e o presidente Jair Bolsonaro. Foto: Reprodução/Facebook

O vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) e o presidente Jair Bolsonaro. Foto: Reprodução/Facebook

Em depoimento à CPI da Covid na manhã desta terça-feira 5, o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta afirmou que o presidente Jair Bolsonaro levava em conta conselhos dados por seu filho, o vereador Carlos Bolsonaro.

 

 

“O filho do presidente, que é vereador no Rio de Janeiro, estava em reuniões tomando nota. Ele [Jair Bolsonaro] tinha um assessoramento paralelo”, conta o ex-ministro.

Mandetta foi questionado pelo relator da CPI, o senador Renan Calheiros, sobre os aconselhamentos dados ao presidente. O ex-ministro afirmou que Bolsonaro ouvia, mas não colocava em prática.

“O presidente chegou a pedir que mudasse a bula da cloroquina na Anvisa colocando que era indicado para Covid-19. A Anvisa proibiu. Por essas questões indiretas, imagino que ela construiu fora do Ministério alguns aconselhamentos que levaram a essas tomadas de decisões que ele teve”, disse.

 

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem