CartaExpressa

Lotação de UTIs no interior de SP atinge pior momento da pandemia

Lotação de UTIs no interior de SP atinge pior momento da pandemia

Ao todo, são 5.206 pessoas estão internadas nos leitos de terapia intensiva

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

A lotação das UTIs no interior de São Paulo chega ao pior momento desde o início da pandemia da Covid-19. Ao todo, 5.206 pessoas estão internadas nos leitos de terapia intensiva da região. Os dados estão disponíveis na plataforma Info Tracker, da Unesp.

Em todo o estado, 11.161 pacientes com Covid-19 estavam nas UTIs disponíveis.

Das 15 regiões do interior monitoradas, somente Taubaté e Araçatuba estão abaixo dos 80% de ocupação de leitos de UTI, com 79,9% e 76,3%, segundo a plataforma. A pior região é São João do Boa Vista com 95,8%, seguida por Marília, com 95,2%, e Barretos 95%.

Já na Grande São Paulo, o índice segue alto, mas estável pouco abaixo dos 80%. A região com a menor taxa de ocupação de UTIs monitorada pela Info Traker é a da Baixada Santista com 64%.

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem