CartaExpressa

Lira chama protestos de ‘caminhada’ e diz que não vai pautar impeachment

Protestos foram registrados em ao menos 213 cidades do Brasil e 14 do exterior

Arthur Lira e Jair Bolsonaro. Foto: Marcos Corrêa/PR
Arthur Lira e Jair Bolsonaro. Foto: Marcos Corrêa/PR
Apoie Siga-nos no

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), chamou os protestos do último final de semana contra o presidente Jair Bolsonaro de “caminhada” e disse que manifestações não irão fazer o impeachment andar na casa.

“Não é uma caminhada de um grupo numa semana ou a caminhada de outra parcela na outra que vai fazer com que isso ande nesta Casa”, disse o deputado em entrevista à rádio 97 FM Natal.

As manifestações pelo afastamento de Bolsonaro e por mais vacinas foram realizados no sábado 29. Organizadores afirmam que foi registrado em ao menos 213 cidades do Brasil e 14 do exterior, com cerca de 420 mil pessoas.

Na conversa, Lira foi questionado sobre os mais de 110 pedidos de impeachment. “O Brasil não tem essa instabilidade política. Há apoio para o presidente em todas as matérias, principalmente na Câmara e no Senado, sobre o tema das reformas estruturantes, as reformas que tramitam nesta Casa”, afirmou.

CPI 

Crítico à CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid no Senado, Lira defendeu uma apuração que incluísse prefeitos e governadores, além do presidente..

Se isso ocorresse, afirmou, “ela teria muito mais serventia ao povo brasileiro do que neste momento inadequado tirar o foco do trabalho do Ministério da Saúde, do Senado Federal, da imprensa do Brasil”.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.