CartaExpressa

Leda Nagle exclui vídeos com conteúdo negacionista de seu canal

Leda Nagle exclui vídeos com conteúdo negacionista de seu canal

Leda Nagle, adorada entre bolsonaristas, dá uma faxina no seu canal. Foto: Reprodução

Leda Nagle, adorada entre bolsonaristas, dá uma faxina no seu canal. Foto: Reprodução

A jornalista Leda Nagle, que se tornou adorada entre bolsonaristas e já se desculpou por disseminar informação falsa sobre Lula, está fazendo uma “limpa” no seu canal no YouTube e excluindo conteúdos negacionistas. De acordo levantamento divulgado nesta quinta-feira 13 pelo programador Guilherme Felitti, fundador da Novelo Data, Lega Nagle fez a 6ª limpeza no seu canal em apenas 8 dias.

Na quarta-feira 12, foram 39 vídeos apagados, recorde diário, segundo Felitti. Praticamente todos eram lives abertas do Clube da Notícia, grupo de seguidores com quem a jornalista debate o noticiário. Outras faxinas ocorreram nos dias 5, 6, 8, 10 e 11 deste mês. Foram 131 vídeos deletados ou privados no total, sem a iniciativa do YouTube.

Na terça-feira 11, Leda Nagle informou que está transferindo suas “entrevistas polêmicas” em um site recém-criado, que podem ser visualizadas gratuitamente.

“Eu tive que apagar”, disse. “É mais ou menos assim. Quando você resolve criar um canal numa rede social, é como se você construísse uma casa num terreno alugado. E, de repente, o dono do terreno quer de volta o pedaço desse terreno, onde você já construiu alguns cômodos da casa. E você tem que demolir essas partes construídas. Pois é.”

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Post Tags
Compartilhar postagem