CartaExpressa,Justiça,Política

Justiça determina que Freixo apague montagem de Flávio fichado na polícia

Justiça determina que Freixo apague montagem de Flávio fichado na polícia

No post, o deputado escreveu: 'Rachadinha é corrupção. O destino de Flávio Bolsonaro é a cadeia. Dele e de toda a família'

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

A Justiça do Rio de Janeiro determinou, na segunda-feira 22, que o deputado Marcelo Freixo (PSB) excluísse das redes sociais uma montagem com o senador Flávio Bolsonaro (Patriota). A notícia foi antecipada pelo site Poder360.

Na publicação, o filho do presidente Jair Bolsonaro aparece sendo “fichado” por lavagem de dinheiro, organização criminosa e corrupção. No post, Freixo escreveu: “Rachadinha é corrupção. O destino de Flávio Bolsonaro é a cadeia. Dele e de toda a família”.

Na decisão, a juíza Priscila da Ponte, da 4ª Vara Cível do Rio de Janeiro escreveu que “até decisão judicial em sentido contrário [no caso das rachadinhas], há presunção de inocência que milita em favor do autor”.

“Esclareço que o réu, caso assim deseje, poderá manter o conteúdo da legenda de forma autônoma, sem utilização da imagem manipulada”, acrescentou.

O post foi retirado do ar.

 

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem