CartaExpressa,Sociedade

Jovem grávida é baleada e morre durante ação da PM no Rio de Janeiro

Jovem grávida é baleada e morre durante ação da PM no Rio de Janeiro

A jovem Kethlen Romeu, baleada no Rio (Reprodução/Redes Sociais)

A jovem Kethlen Romeu, baleada no Rio (Reprodução/Redes Sociais)

Uma jovem grávida de 14 semanas foi baleada e morta nesta terça-feira 8 na Zona Norte do Rio de Janeiro, após operação policial. Kathlen Romeu, 24 anos, teria sido atingida por um tiro na Vila Cabuçu, localizada no bairro Lins de Vasconcelos, segundo lideranças comunitárias. A jovem era designer de interiores, segundo informações de seu perfil nas redes sociais.

Em um de seus últimos stories do Instagram, a jovem fazia menção ao um mês da chacina na favela do Jacarezinho, também na zona norte do Rio, que deixou 27 pessoas mortas.

Kathlen Romeu chegou a ser socorrida para o Hospital Salgado Filho, no Méier, mas não resistiu.

 

O jornal Voz das Comunidades mostrou cenas de protestos de moradores na auto estrada Grajaú-Jacarepaguá, nesta tarde, após o ocorrido.

 

 

A versão da polícia

Em nota, a Polícia Militar afirma que os agentes foram atacados a tiros por criminosos na localidade conhecida como “Beco da 14”, dando início a um confronto. Segundo a polícia, a jovem foi encontrada ferida após a troca de tiros e, levada depois aos hospital. Agentes fizeram buscas na região e apreenderam um carregador de fuzil, munições de calibre 9mm e drogas.

Ainda de acordo com a Polícia, testemunhas serão ouvidas e diligências realizadas para esclarecer todos os fatos e identificar de onde partiu o tiro que atingiu a vítima.

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem