CartaExpressa

Inscrições para o Enem 2024 terminam nesta sexta-feira

Provas estão marcadas para os dias 3 e 10 de novembro

Créditos: Wilson Dias / Agência Brasil
Apoie Siga-nos no

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2024 terminam nesta sexta-feira 7. Para fazer a inscrição, os estudantes devem ingressar na Página do Participante, no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

A exceção para o prazo vale para estudantes do Rio Grande do Sul. Por conta das enchentes históricas vivenciadas no estado, ainda não há um prazo final para inscrição dos estudantes que moram nas cidades afetadas. 

As provas serão aplicadas nos dias 3 e 10 de novembro.

Pagamento da taxa

Depois de fazer a inscrição, o estudante deverá pagar uma taxa de 85 reais.

O pagamento pode ser feito por Pix, cartão de crédito, débito, em conta corrente ou poupança e por boleto. O prazo final para pagamento acaba na próxima quarta–feira 12.

A solicitação de atendimento especializado ou tratamento por nome social também só poderá ser feita até o fim do prazo de inscrição.

ENTENDA MAIS SOBRE: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Depois de anos bicudos, voltamos a um Brasil minimamente normal. Este novo normal, contudo, segue repleto de incertezas. A ameaça bolsonarista persiste e os apetites do mercado e do Congresso continuam a pressionar o governo. Lá fora, o avanço global da extrema-direita e a brutalidade em Gaza e na Ucrânia arriscam implodir os frágeis alicerces da governança mundial.
CartaCapital não tem o apoio de bancos e fundações. Sobrevive, unicamente, da venda de anúncios e projetos e das contribuições de seus leitores. E seu apoio, leitor, é cada vez mais fundamental.
Não deixe a Carta parar. Se você valoriza o bom jornalismo, nos ajude a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar