CartaExpressa,Política

Informação de que Moraes marcou encontro com Bolsonaro é falsa, diz gabinete do ministro

Informação de que Moraes marcou encontro com Bolsonaro é falsa, diz gabinete do ministro

O ministro Alexandre de Moraes, em sessão. Foto: Nelson Jr./SCO/STF

O ministro Alexandre de Moraes, em sessão. Foto: Nelson Jr./SCO/STF

O gabinete do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, desmentiu a informação de que o magistrado agendou uma reunião presencial com o presidente Jair Bolsonaro. Segundo o ex-presidente Michel Temer, porém, a conversa por telefone entre Moraes e Bolsonaro na tarde desta quinta-feira 9 foi “amigável”.

Temer admitiu sua participação na redação da nota divulgada nesta quinta em que Bolsonaro recua das ameaças golpistas proferidas no 7 de Setembro.

 

 

“Verifiquei que a conversa foi muito amigável. Senti uma coisa que o ministro Alexandre sempre me disse: de que ele não tem nenhuma ‘prevenção’ contra o presidente Bolsonaro ou aliados dele. Ele apenas toma decisões sob o foco jurídico. Foi uma conversa útil”, disse Temer em entrevista à CNN Brasil.

Nesta noite, o gabinete de Moraes enviou à imprensa uma nota em que desmente informações sobre uma possível reunião entre o magistrado e Bolsonaro.

“O gabinete do ministro Alexandre de Moraes esclarece que é falsa a informação de que o ministro marcou um encontro com o presidente Jair Bolsonaro”, diz o comunicado.

Mais cedo, em entrevista à TV Band, Temer detalhou sua participação na produção do texto divulgado por Bolsonaro.

“Eu vim [a Brasília], trouxe um esboço de uma declaração e submeti a ele [Bolsonaro] durante o almoço. Ele fez uma observação só e disse ‘olha, vou só fazer uma pequena observação aqui’. Então eu fui visitar o governador Ibaneis [Rocha, do DF] por uns 50 minutos e volto para ver a nota com a modificação. Voltei e ele me deu a nota, que é essa nota que foi divulgada”, prosseguiu. “Penso que causou boa repercussão e que ele se convenceu, definitivamente, de que esse é o melhor caminho. Acho que foi bom para o País”.

 

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem