CartaExpressa

Igreja de Valdemiro paga dívidas para evitar quebra de sigilo do pastor

Juíza queria saber se o patrimônio da Mundial se confunde com o do seu fundador

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

A Igreja Mundial quitou, na última terça-feira 2, a dívida que tinha com o proprietário de um imóvel na cidade de Guararema, no interior de São Paulo. A informação é de Rogério Gentile, do UOL.

O pagamento veio após a juíza Monica Di Stasi, da 3ª Vara Cível de São Paulo, decretar a quebra do sigilo bancário do pastor Valdemiro Santiago com o objetivo de investigar se o patrimônio da igreja se confunde com o do seu fundador.

De acordo com o site, a Mundial pagou mais de 53 mil reais, valor total em aluguéis cobrados por S.L.S.J. em mais de um processo.

Em documento enviado à Justiça, a igreja diz que, com o pagamento, torna-se “desnecessária a realização da quebra do sigilo bancário dos réus”.

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos exclusivos direto na sua caixa de entrada.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fonte confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!