CartaExpressa,Política

Governo Bolsonaro prepara MP que abre caminho para o racionamento de energia, diz jornal

Governo Bolsonaro prepara MP que abre caminho para o racionamento de energia, diz jornal

Foto: Rudja Santos/Amazônia Real

Foto: Rudja Santos/Amazônia Real

O governo de Jair Bolsonaro prepara a edição de uma medida provisória que, entre outras coisas, permitirá o racionamento de energia elétrica. Outras providências podem ser adotadas pela gestão federal ante o cenário de crise hídrica. A informação é do jornal O Estado de S.Paulo.

O veículo teve acesso a documentos internos que tratam da criação de um comitê de crise, o qual teria autonomia para executar as medidas.

“Diante do contexto crítico e excepcional que o País vivencia, para garantir a efetividade das deliberações desse colegiado, com a tempestividade necessária, torna-se premente que essas se tornem excepcional e temporariamente determinativas, podendo prever, inclusive, o estabelecimento de programa prioritário de termeletricidade e de programa de racionalização compulsória do consumo de energia elétrica”, diz a minuta obtida pelo jornal.

A discussão em torno das medidas se dá dias antes de entrar em votação no Senado a MP que abre caminho para a privatização da Eletrobras. O presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), disse nesta segunda-feira 14 que a aprovação depende do “exercício democrático da maioria”. A votação pode acontecer nesta quarta-feira 16.

 

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem