CartaExpressa,Política

Governo Bolsonaro corta benefícios fiscais para pesquisa científica

Governo Bolsonaro corta benefícios fiscais para pesquisa científica

A redução feita em plena pandemia é sem precedentes na última década; mudança pode resultar em prejuízos a pesquisas relacionadas à Covid-19

Foto: EBC

Foto: EBC

O governo federal cortou 68,9% da cota de importação de equipamentos e insumos destinados à pesquisa científica. A informação é do jornal Folha de S.Paulo.

Com isso, em plena pandemia do novo coronavírus, as ações do Instituto Butantan e da Fiocruz saem afetadas.

De acordo com a reportagem, em 2020, o valor foi de 300 milhões de dólares (1,6 bilhão de reais, em valores de hoje). Para 2021, serão 93,29 milhões de dólares ou 499,6 milhões de reais.

Segundo o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, a redução feita em plena pandemia é sem precedentes na última década.

A mudança pode resultar em prejuízos diretos a pesquisas relacionadas ao combate ao novo coronavírus.

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem