CartaExpressa

Governador do Rio sanciona lei de irmão de Malafaia que declara pentecostalismo como ‘patrimônio do estado’

A decisão de Cláudio Castro foi publicada no Diário Oficial desta quarta-feira 6

Silas e Samuel Malafaia. Foto: Reprodução
Silas e Samuel Malafaia. Foto: Reprodução

O governador do Rio de Janeiro, Claudio Castro (PL), sancionou nesta quarta-feira 6 uma lei que declara o movimento pentecostal como “patrimônio imaterial do estado”.

O autor do projeto é o deputado estadual Samuel Malafaia, irmão do pastor bolsonarista Silas Malafaia, dono da Igreja Vitória em Cristo.

Aprovado pela Assembleia Legislativa e sancionado pelo governador, o projeto se converte em lei e entra em vigor imediatamente.

Veja a publicação no Diário Oficial do estado do Rio de Janeiro nesta quarta:

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos exclusivos direto na sua caixa de entrada.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fonte confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!