CartaExpressa,Saúde

Fiocruz alerta para interrupção na tendência de queda nos casos de síndrome respiratória

Fiocruz alerta para interrupção na tendência de queda nos casos de síndrome respiratória

Foto: Pedro Guerreiro/Ag. Pará

Foto: Pedro Guerreiro/Ag. Pará

Dados divulgados pela Fiocruz nesta quinta-feira 12, via Boletim InfoGripe, indicam uma possível retomada do crescimento do número de casos e óbitos por Síndrome Respiratória Aguda Grave.

Segundo o boletim, é a primeira vez que isso acontece desde a semana epidemiológica compreendida entre o período de 21 a 27 de março. A análise atual se refere ao intervalo entre 25 e 31 de julho.

O Rio de Janeiro, estado que tem o maior registro de casos da variante Delta do novo coronavírus, é um dos três únicos a apresentar sinal de crescimento da tendência de longo prazo (últimas seis semanas). Acre e Mato Grosso do Sul, os outros dois estados, registraram sinal moderado de crescimento de longo prazo. A curto prazo, a análise indica estabilidade no Acre, mas um forte sinal de crescimento no Mato Grosso do Sul.

A tendência de estabilidade também já não se verifica em algumas capitais: Florianópolis (SC), Porto Alegre (RS), Rio Branco (AC), e Rio de Janeiro (RJ) apresentaram sinal de crescimento na tendência de longo prazo.

Já entre os estados, cinco demonstram sinal de crescimento na tendência de curto prazo: São Paulo, Bahia, Sergipe, Paraná e Rio Grande do Sul.

Amazonas, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Minas Gerais, Pernambuco, Rondônia e Santa Catarina apresentaram sinais de estabilidade nas tendências de curto e longo prazos.

 

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem