CartaExpressa

Filha de Jefferson usa morte de criança para disseminar fake news contra vacinas

O garoto não recebeu qualquer dose contra a Covid-19 e morreu 13 dias depois de ser internado com taquicardia

CRISTIANE BRASIL. FOTO: FABIO RODRIGUES POZZEBOM/AGÊNCIA BRASIL
CRISTIANE BRASIL. FOTO: FABIO RODRIGUES POZZEBOM/AGÊNCIA BRASIL
Apoie Siga-nos no

A ex-deputada federal Cristiane Brasil, filha de Roberto Jefferson, compartilhou nas redes sociais no fim de dezembro a foto de um garoto de 10 anos, morto no ano passado, para disseminar fake news antivacinas.

Na postagem, que trazia a imagem do menino Luca, havia a mensagem: “Faço um apelo para os amigos que tem filhos de 5 a 11 anos. Não vacinem seus filhos para não chorar arrependidos, ao saber que não tem volta”.

A criança, porém, não recebeu qualquer dose de vacina contra a Covid-19 e morreu 13 dias depois de ser internada com taquicardia. Uma parada cardíaca levou a uma falência múltipla dos órgãos.

Ao site Metrópoles, nesta quinta-feira 20, Cristiane Brasil pediu “desculpas pelo equívoco” e disse pensar “que já tinha sido resolvido”.

“Mas hoje mesmo já sai tudo. Recebi de um grupo que não costuma errar. Mas esse foi um furão. Já até conversei com eles que precisamos ter ainda mais cuidado para não acontecerem equívocos como este”, acrescentou na resposta enviada ao veículo.

Pelo Facebook e pelo Instagram, a ex-deputada Cristiane Brasil usou imagem de menino morto para inventar que faleceu por causa de vacina

CartaCapital

CartaCapital Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.