CartaExpressa

Famílias em busca de comida ocupam supermercados em pelo menos 9 capitais

A ação foi vista em Aracaju, Belém, Belo Horizonte, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo

Créditos: Reprodução redes sociais Créditos: Reprodução redes sociais
Créditos: Reprodução redes sociais Créditos: Reprodução redes sociais

Famílias em busca de alimentos ocuparam hipermercados em pelo menos nove capitais brasileiras. A ação, organizada pelo Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB), foi vista em Aracaju, Belém, Belo Horizonte, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo na quinta-feira 16.

Centenas de pessoas estiveram nas unidades em busca de cestas básicas. Homens, mulheres e crianças exibiam faixas e palavras de ordem em prol de um Natal sem fome.

As manifestações renderam alguns acordos de entrega de alimentos.

Em São Paulo, o ato aconteceu em frente à unidade do Extra, na Liberdade. No Rio de Janeiro, a concentração se deu no Assaí, da Tijuca, onde as famílias solicitavam cerca de 300 cestas básicas.

Em Salvador foi ocupada uma unidade da rede Assaí, localizada na Cidade Baixa. Segundo o grupo da Bahia, após o longo período no estabelecimento, ficou combinada uma entrega de cestas para amanhã.

Já em Fortaleza, os manifestantes ocuparam a Secretaria de Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos do Ceará. O movimento foi recebido pela secretária da pasta, e conseguiu a doação de cem cestas básicas e cem kits de limpeza.

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos exclusivos direto na sua caixa de entrada.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fonte confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!