CartaExpressa

‘Estão achando que vão me brochar, que vou recuar’, diz Bolsonaro sobre Moraes

De acordo com Bolsonaro, o ministro do STF ‘não vai continuar fazendo gracinha, não vai continuar prendendo gente’

JAIR BOLSONARO E ALEXANDRE DE MORAES. FOTOS: EVARISTO SÁ/AFP E ANDRESSA ANHOLETE/AFP
JAIR BOLSONARO E ALEXANDRE DE MORAES. FOTOS: EVARISTO SÁ/AFP E ANDRESSA ANHOLETE/AFP
Apoie Siga-nos no

O presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar, neste sábado 4, integrantes do Supremo Tribunal Federal, em especial o ministro Alexandre de Moraes, que conduz o inquérito das Fake News.

Ao discursar no Cpac (Conferência de Ação Política Conservadora, na tradução do inglês), em Brasília, o presidente disse que infelizmente, temos um ministro do Supremo que está dando um tom completamente errado. Lá, todos devem zelar pela Constituição. […] Este um está contaminando a nossa democracia”.

Em seguida, Bolsonaro afirmou que medidas precisam ser tomadas contra Moraes.

“Quando um deputado federal ou um senador está extrapolando, o que é comum? A princípio ele vai pro Conselho de Ética. E no Supremo Tribunal Federal quando um ministro está saindo também pela tangente na curva, o que acontece com ele?”, indagou.

Segundo Bolsonaro, com o povo ao lado dele, o magistrado “não vai continuar fazendo gracinha, não vai continuar prendendo gente que segundo ele [Moraes] abusou da liberdade de expressão”.

“Falar em fraude eleitoral agora virou fake news. Ou fala o que eles querem, ou instauram inquérito. Estão achando que vão me brochar, estão achando que vou recuar. Eu sei que estar do lado deles é fácil, mas não fugirei da verdade nem do compromisso que fiz com vocês”, disse ainda o presidente.

CartaCapital

CartaCapital Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.