CartaExpressa

Ernesto Araújo critica o governo Bolsonaro: ‘o projeto minguou’

Ernesto Araújo critica o governo Bolsonaro: ‘o projeto minguou’

O chanceler Ernesto Araújo. Foto: Evaristo Sá/AFP

O chanceler Ernesto Araújo. Foto: Evaristo Sá/AFP

Afastado do Itamaraty há pouco mais de um mês, o ex-chanceler Ernesto Araújo fez críticas ao governo de Jair Bolsonaro.

Em uma série de posts no Twitter, Araújo criticou o que chamou de ‘transformação’ do governo, que ele atribui à ‘reação do sistema’.

“Um governo popular, audaz e visionário foi-se transformando numa administração tecnocrática sem alma nem ideal. Penhoraram o coração do povo ao sistema. O projeto de construir uma grande nação minguou no projeto de construir uma base parlamentar”, escreveu. “Vi confiscarem ao Presidente seu sonho, anularem suas convicções, abafarem sua chama.”

Também condenou as reformas econômicas  e pediu que Bolsonaro “simplesmente volte a ser o presidente eleito em 2018”. O post é um aceno à militância bolsonarista. Manifestantes pró-Bolsonaro vão ir às ruas neste 1º de Maio em apoio ao presidente. O mote é “Bolsonaro, eu autorizo”, referência a uma fala do presidente, que no dia 14 de abril disse que esperava “um sinal do povo” para agir.

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem