CartaExpressa

Em um ano de pandemia, 377 brasileiros perderam o emprego por hora

Em um ano de pandemia, 377 brasileiros perderam o emprego por hora

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Em média, 377 pessoas perderam o emprego por hora em um ano, sob o contexto da pandemia. A conclusão é de um levantamento realizado pela consultoria IDados com base nos indicadores de abril (os últimos disponíveis) da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua.

No mês, o País tinha 85,9 milhões de ocupados, 3,3 milhões a menos do que no mesmo período em 2020.

Embora ainda sob os efeitos da pandemia, os dados mostram que a situação do mercado de trabalho já esteve pior. Em agosto do ano passado, período mais agudo da crise, quase 1,4 mil brasileiros perdiam o emprego por hora, segundo o IDados. Naquele momento, o país tinha 81,6 milhões de ocupados, quase 12 milhões a menos na comparação anual.

No trimestre encerrado em abril, a desocupação manteve o patamar recorde de 14,7% e atingiu a 14,8 milhões de brasileiros.

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem