CartaExpressa

Em mais uma operação na Cracolândia, polícia usa atiradores de elite e veículo blindado

Na quarta-feira 25, o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), disse que as autoridades têm a situação ‘sob controle’

Foto: Arquivo Pessoal
Foto: Arquivo Pessoal
Apoie Siga-nos no

A Polícia Civil deflagrou uma nova operação na região da Cracolândia, zona central da cidade de São Paulo, nesta sexta-feira 27. A ação conta com atiradores de elite, munidos de fuzis de alta precisão, posicionados em um veículo blindado, visto entre as esquinas da Rua Helvétia e da Avenida São João.

No começo de maio, os agentes retiraram os dependentes químicos da Praça Princesa Isabel, o epicentro da Cracolândia. O chamado ‘fluxo’ se desloca a cada investida dos policiais.

Segundo a Polícia, a incursão, que decorre da Operação Caronte, tem como objetivo prender traficantes que atuam na região. Nesta sexta, a operação conta com apoio da Polícia Militar e da Guarda Civil Metropolitana.

Na noite da quarta-feira 25, o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), disse que as autoridades têm a situação da Cracolândia ‘sob controle’.

Na quinta 26, a deputada estadual Érica Malunguinho (PSOL) protocolou uma denúncia na Corte Interamericana de Direitos Humanos acusando o Brasil de violar a Convenção Americana de Direitos Humanos com as seguidas operações na Cracolândia.

Malunguinho apontou que as intervenções policiais e as operações de limpeza fazem com que o chamado ‘fluxo’ se espalhe por diversas regiões. Ela pede uma medida cautelar para determinar que o Estado proteja e assegure os direitos da população em situação de rua, especialmente a que vive na Cracolândia.

A denúncia cobra ainda a adoção de medidas para proteger a vida, a integridade pessoal e a saúde, além do direito à posse e à propriedade de bens e documentos pessoais.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.